sábado, 12 de abril de 2008

"Poema Enjoadinho" - Vinicius de Moraes

"Filhos... Filhos?
Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-lo?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como os queremos!
Banho de mar
Diz que é um porrete...
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaça
Que a esposa fica!
Resultado: filho.
E então começa
A aporrinhação:

Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.
Filhos? Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos
Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los...
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem shampoo
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!"

De Vinicius de Moraes


Como são belas as palavras simples, que qualquer um de nós poderia ter dito ou pensado, mas que apenas houve um iluminado que as soube pôr num simples poema. Vinicius de Moraes, como poeta brasileiro e urbano que era, soube bem retratar o que são as dúvidas e anseios de quem quer ter filhos, mas sempre tem dúvidas sobre esta decisão.

Quantos são os pais ou futuros pais que não sentiram já dentro de si esta dúvida, e depois dos filhos nascidos e de os terem feito passar por tormentos e torturas, continuam a dizer "Que coisa louca, que coisa linda que os filhos são!"?

No ambiente suburbano talvez isso seja cada vez mais verdade, pois os perigos e desafios que são colocados às gerações mais novas, fazem-nos pensar muito sobre que tipo de educação e que valores devemos incutir nos nossos filhos, para pelo menos tentar que eles sobrevivam quase incólumes à selva urbana. No entanto, eles acabam por ser sempre uma das razões porque ainda cremos que a Suburbia pode vir a ser melhor, pela sua inocência, pela sua visão quase sempre diferente do mundo. Eu com o meu modestíssimo contributo, tentarei incutir valores de respeito pelos outros, mas sabendo também exigir os seus direitos, ou seja, que sejam cidadãos da Suburbia que contribuam para ela ser um pouco melhor!

1 comentário:

Katia Flavia disse...

ola! voce vistiou meu cantinho gostei muito.. e estou aqui retribuindo visitinha volte sempre . njo